O Peixinho do Aquário!


(Fonte das imagens: Google!)

O Peixinho do Aquário!

Luan foi à casa do seu amigo Lucas estudar para a prova do dia seguinte de seu colégio. Ao chegar na casa de seu amigo percebeu que na sala de visita havia um aquário, chegou mais perto e viu que dentro tinha um lindo peixinho amarelinho. Ficou admirado, olhando o peixinho nadando de um lado para outro e perguntou ao seu amigo:

- Lucas, que peixinho mais bonitinho, ele não fica triste em viver nesse aquário sozinho?

E então Lucas respondeu:

- Acho que não. Ele nunca reclamou!

E os amigos começaram a rir com a resposta de Lucas.

- Agora vamos, temos que estudar muito, a prova de amanhã não será fácil. (continuou Lucas)

- Eu sei... (respondeu Luan)

Os amigos foram saindo da sala e o peixinho ficou observando, quando já haviam entrado no quarto ele tirou o sorriso do rosto e ficou triste pelos cantos do aquário. Tentava de qualquer jeito agradar seu dono, mas ele mal o olhava. Sempre vivia muito triste e sozinho, queria muito ter uma companhia dentro daquele aquário com quem pudesse conversar e brincar. Porém como poderia falar isso para ele? Peixes não conversavam com pessoas.

Perdido em seus pensamentos o peixinho não percebeu a hora em que a porta do quarto tinha sido aberta e Luan estava saindo para beber água na cozinha, ao passar pelo aquário ele percebeu que o peixinho estava parado, chegou mais perto e viu que ele não estava mais animado como antes e nem sorrindo. Rapidamente foi ao quarto chamar Lucas e os dois viram a situação do podre peixinho. Luan falou:

- Lucas o pobre peixinho está triste. Eu te falei! Ele está precisando de um amigo, ninguém gosta de viver sozinho!

- Peixes não sentem solidão, eles não sentem NADA!

- Não acredito que você pensa assim! Em que mundo você vive? Devemos tratar os animais da mesma forma que gostaríamos de ser tratados. Não é porque eles não falam e não se expressam bem, que devemos acreditar que eles não têm sentimentos.

- É, você está certo! Estou agindo errado com meu pobre peixinho. Pedi tanto para meus pais me darem ele de presente, prometi cuidar muito bem, nos primeiros dias até que cuidei direitinho, mas depois fui deixando-o de lado e agora mal venho aqui vê-lo. Vou agora mesmo comprar um amiguinho para ele!

E os dois saíram, felizes, atrás de outro peixinho para fazer companhia ao peixinho do aquário.

Ao chegarem falaram para o peixinho, sem saber se ele iria entender, mas tentaram:

- Peixinho, na loja não tinha nenhum amiguinho, então te trouxemos uma amiguinha. Espero que vocês brinquem muito!

Ao colocarem o peixe fêmea no aquário o peixinho deu voltas e mais voltas de alegria. Agora sim, tinha uma companhia naquele aquário, uma boa companhia.




((Crianças todos os animais, como também as pessoas, precisam de companhia e de afeto!))

Por Minéia Pacheco!

5 comentários:

  1. Mais uma linda história, com excelente mensagem.Precisamos uns dos outros!beijos,chica

    ResponderExcluir
  2. Que linda história!!! Adorei!!! Beijinhos

    ResponderExcluir
  3. Que linda,menina! Ainda hoje eu estava pensando em conseguir uma poodle fêmea para o meu cãozinho pois acho que ele está precisando de mais carinho...rs.Bjs

    ResponderExcluir
  4. LINDA HISTÓRIA! OBRIGADA PELO CARINHOS EMPRE PARA COM MEU BLOG, BJS

    ResponderExcluir
  5. Mineia,que linda sua história!Realmente ninguem é feliz sozinho!Bela msg!Bjs,

    ResponderExcluir

Aqueles que passam por nós, não vão sós, não nos deixam sós. Deixam um pouco de si, levam um pouco de nós.(Antoine de Saint-Exupéry)

...Agradeço a visita e o comentário!...

Volte sempre!

Beijinhos, Minéia Pacheco

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Contos para criança ler, ouvir e sonhar! © Desenvolvido por Elaine Gaspareto