• 27
    JUN

    A CONFUSÃO NA FLORESTA!


    A abelhinha Zizi havia recebido um convite bem diferente, era uma festa que aconteceria na floresta com todos os animais. Seria inesquecível para todos!

    Porém, apenas a abelhinha Zizi havia recebido o convite e então ela pensou:

    - Como os outros bichinhos da floresta irão a essa festa se apenas eu recebi o convite?

    Enquanto lia mais uma vez aquele convite percebeu que havia uma observação no finalzinho e leu:

    - Atenção abelhinha Zizi, todos os animais da floresta foram convidados, porém, só você recebeu o convite, como essa festa será diferente das demais, a forma de convidar também será. Você terá que falar no ouvido do primeiro animal que ver na floresta, o dia, a hora e o local da festa, e assim cada animal que for recebendo o convite irá falar para outro... Até que todos estejam sabendo da festa!

    Zizi ficou muito confusa, seria muito difícil ter que convidar todos os animais daquela forma... Porém, percebeu que seria como brincar de telefone sem fio e pensou que seria divertido. A abelhinha saiu voando até que encontrou o esquilo Tico e o chamou:

    - Tico, tenho um convite para você!

    Tico foi ao encontro da abelhinha e então ela cochichou em seu ouvido:

    - Amanhã na casa da D. Raposa terá uma Super Festa para todos os animais da floresta. Começará pela manhã e não terá hora para acabar. Vá e fale ao primeiro animal que encontrar!

    Tico saiu super animado, seria uma festa sensacional, procurou algum animal e encontrou a cobra Carol.

     

    E Tico cochichou no ouvido da Cobra Carol:

    - Amanhã na casa da D. Abelhinha haverá uma super festa para todos nós. Não falte! Fale ao primeiro animal que na floresta encontrar!

    A Cobra Carol saiu rastejando o mais rápido que pôde, teria que avisar a algum animal logo, essa festa ficaria na história da floresta. E então encontrou o macaquinho Peteca.

     - Olá Peteca, tenho um convite para você!

    E então ela cochichou em seu ouvido:

    - Amanhã pela manhã haverá uma super festa na floresta, você está convidado. Vá e conte a algum animal dessa festa maravilhosa!

    Peteca deu pulos de alegrias e de galho em galho foi atrás de mais algum animal para falar dessa grande festa na floresta.

    Foi então que Peteca encontrou a abelhinha Zizi e em seu ouvido cochichou:

    - Amanhã lá no alto da montanha haverá uma festa pra toda bicharada, você vai?

    E então Zizi teve um grande susto!

    - Como assim uma festa no alto da montanha?

    Peteca respondeu:

    - Foi à cobra Carol que me falou.

    - Não convide mais ninguém, irei agora mesmo falar com a Carol.

    Ao encontrar a cobra, Zizi perguntou:

    - Carol, quem te falou que a festa seria no alto da montanha?

    E ela respondeu:

    - Ninguém, falei que seria uma festa na floresta.

    - Mas não será na floresta!

    - Foi Tico quem me falou.

    Zizi foi falar com Tico.

    - Tico quem mandou você falar para a cobra Carol que a festa seria na floresta?

    Tico respondeu:

    - Ninguém, falei que a festa seria na sua casa.

    - Mas não será. E agora, cada animal está falando um lugar diferente! Assim, ninguém chegará à festa na casa da raposa... O que faço agora?

    E Zizi começou a chorar, todos os animais estavam atrapalhados, cada um que falava uma coisa diferente e ficou muito preocupada, pois ninguém sabia ainda onde seria a festa e a raposa iria ficar decepcionada com ela.

    Então um pequeno ratinho chegou perto de Zizi e falou:

    - Zizi, não chore, eu posso te ajudar! Sou pequenininho, mas sei correr muito rápido e posso ir falar com todos os animais da floresta sobre a festa que terá amanhã na casa de D. Raposa. Você confia em mim?

    - Claro que confio em você!

    E então o pequeno ratinho correu o mais rápido que pôde e foi avisando a todos os animais da festa que aconteceria amanhã.

    No outro dia a Raposa estava toda animada à espera de seus convidados.

    E aos poucos foram chegando e a casa enchendo de amigos, eles vinham de todos os lugares, a raposa procurou a abelhinha Zizi para agradecer.

    - Obrigada Zizi, você realmente é uma amiga e tanto, chamou todos os animais para minha festa.

    Zizi falou:

    - D. Raposa, quem realmente convidou todos os animais foi o ratinho Tatá, aquela brincadeira não deu certo, então ele passou a noite em claro para dar tempo de chamar todos os animais da floresta para sua festa, andou tanto, correu tanto, que nem pôde vir a sua festa de tão cansado que estava.

    A raposa falou:

    - Coitadinho do Tatá, tive uma ideia!

    Ela chamou todos os animais e falou:

    - Estamos todos juntos aqui hoje graças ao nosso amigo Tatá, ele fez um grande favor, durante toda a noite de ontem ele correu muito para conseguir avisar a todos da festa que teria hoje. Nada mais justo do que todos irmos agora à casa dele e agradecer!

    Todos os animais aprovaram a ideia da Raposa e foram à casa do ratinho Tatá, ao chegarem láa abelhinha Zizi bateu na porta e quando ele abriu, todos gritaram:

    - OBRIGADO TATÁ!

    Tatá ficou muito emocionado e a festa continuou ali mesmo, na casa daquele pequeno ratinho, ele nos ensinou que não importa o nosso tamanho, e sim a nossa vontade de querer ajudar.

    E realmente aquela festa ficou inesquecível na cabeça de todos os animais, pois foi uma festa que há muito tempo não se fazia mais... Repleta de alegria, de amizade, e principalmente, de solidariedade!

     

    ((Crianças, sejam sempre muito FELIZES!))

     

    Autora:  Minéia Pacheco


    Avatar








    MINÉIA PACHECO
    Escritora



  • ANUNCIE AQUI




    PARA PENSAR

    Ah, como é importante para a formação de qualquer criança ouvir muitas, muitas histórias... Escutá-las é o início da aprendizagem para ser um leitor, e ser leitor é ter um caminho absolutamente infinito de descoberta e de compreensão do mundo...
    (Fanny Abramovich)





    Copiar essas ideias sem a permissão do autor é crime, pois isso configura uma forma de roubo e roubar ideias é plágio, e plágio é crime. Art. 184 – Código Penal

    © Copyright 2017 - Minéia pacheco. Todos os direitos reservados. O conteúdo deste site não pode ser reproduzido, distribuído, transmitido, ou usado, exceto com a permissão prévia por escritor.