• 02
    JUL

    O PEQUENO CRAQUE!



    (Fonte da imagem: Google!)

    O Pequeno Craque!

    Desde bebê, Ricardo sempre amava as bolas de futebol... Não podia ver uma de longe, logo gritava para seus pais...

    - Bobó, papá!

    Para que seus pais comprassem mais uma bola para sua enorme coleção. Os anos foram passando e a paixão pelo futebol foi aumentando. Seus pais ficavam muito felizes, pois para eles, era muito importante ver que seu filho se interessava tanto por algum esporte e o incentivava sempre a seguir a carreira esportiva.

    Ricardo participou de várias escolinhas de futebol e de vários campeonatos também, já tinha uma enorme coleção de medalhas penduradas na parede. Seu objetivo era sempre ganhar!

    Com isso, seus pais começaram a se preocupar, pois Ricardo não se conformava em perder e sempre passava horas e horas treinando, para poder dar o melhor de si e vencer os campeonatos.

    - Estou preocupada com nosso filho (falou a mãe de Ricardo para o pai). Acho bonito essa força de vontade dele em sempre querer vencer, porém estou achando que ele está passando dos limites. Às vezes é importante perder também, ninguém vivi só de vitórias e isso já está virando uma obsessão na cabeça dele.

    - Também estou percebendo essa obsessão dele (falou o pai de Ricardo). Devemos conversar com ele e fazer com que entenda que tanto à s vitórias quanto à s derrotas fazem parte de um grande jogador.

    Naquele dia quando Ricardo voltava de mais um cansativo treino, seus pais o chamaram para conversar.

    - Filho, queremos ter uma conversa séria com você! (Falou seu pai)

    - Agora não posso papai. Tenho que tomar banho e assistir a um jogo de futebol que está passando na televisão para observar os passos que os jogadores fazem com a bola.

    - É sobre isso mesmo que queremos falar... Sente aqui! (falou o pai)

    E então Ricardo sentou para escutar o que seu pai tinha para falar:

    - Filho, na vida e também nos esportes, temos que aprender que existem vitórias e derrotas, não devemos ficar obcecados em sempre querer vencer. Perder também faz parte da vida de grandes jogadores!

    - Eu sei papai, mas não quero decepcionar o senhor e a mamãe. Sei o quanto vocês torcem para meu sucesso e o quanto vocês querem me ver vencer. Faço tudo isso para ver vocês felizes e orgulhosos de mim.

    -Mas filho (falou a mãe), nós já temos muito orgulho de você, e mais agora em saber o quanto você se esforça para nos agradar. Queremos que entenda que a nossa felicidade depende da sua também. Se você está feliz, nós com certeza estaremos também. Não precisa se esforçar e querer tanto vencer as partidas, também aprendemos muito quando perdemos. A partir de hoje relaxe, faça seus treinos com mais calma e se vencer as partidas, ótimo, caso não vença, ótimo também, com certeza virão outras oportunidades para você poder dar o seu melhor!

    - Obrigado mamãe e papai, foi muito bom poder conversar com vocês e esclarecer tudo. Fico muito feliz em saber que mesmo perdendo alguma partida vocês continuarão me apoiando.

    - Sempre te apoiaremos filho (falou o pai), para nós você sempre será um campeão!

    E os três se abraçaram fortemente... Pois haviam conversado e esclarecido tudo que os preocupavam. E no final tudo foi resolvido!

    ((Crianças, mais importante que vencer os jogos é ter o prazer de jogar em equipe, vencendo ou não!))


    Por Minéia Pachaco!

    ((Apesar da derrota do Brasil na Copa 2010, não vamos ficar triste, somos o único País que tem 5 estrelas no peito, temos que ter orgulho disso, BRASIL SEMPRE... Rumo ao Hexa Brasil, o único pentacampeão, em 2014 vai ser o único Hexacampeão!))

    Avatar





    • Minéia, obrigado pela sua visita e pelo bem que vc com certeza faz à s nossas crianças do Brasil.

      Deus te cuide muito....

      Beijão do ZC

      RESPOSTA





    • Linda e educativa tua história.Não podemos querer ganhar sempre e mais, pra ganhar precisaamos MERECER...Nos PREPARAR!! Nada vem de graça! beijos,tudo de bom,chica

      RESPOSTA





    • Mineia,uma belíssima história que ensina a ganhar e perder,sem fanatismo!Sempre bom demais os seus contos!bJS,

      RESPOSTA





    • OI minha linda,

      um amor de história infantil... Sua escrita sempre traz ensinamentos importantes além de entreter quem as lê. Bj,

      Úrsula

      RESPOSTA





    • Olá miga querida:)
      Para me desculpar pela minha ausência nestas ultimas semanas...venho oferecer o selinho da amizade, que fiz a pensar em todas as minhas amigas e sobretudo no quanto eu fico feliz por ter encontrado
      neste mundinho virtual, amigas tão amorosas e queridas como você! O selinho está logo nos 1ºs posts do blog mas deixo também aqui o link:
      http://dl.dropbox.com/u/2444571/PresentesOferecidos/selinho%20amizade.jpg

      Espero que goste! É de todo coração:)
      um grande beijinho e um lindo fim de semana!
      Joana Neves
      http://joana-neves.blogspot.com

      RESPOSTA





    • Minéia, vc é uma garota tão linda, simpática e escreve tão bem que acho que não são só as crianças que irão sonhar.

      Um lindo domingo, beijo grande do novo amigo, ZC

      RESPOSTA





    • Amei a história e a derrota do Brasil não me abalou pois eu já esperava.O povo brasileiro "endeusa" demais esta seleção que já se considerava hexa.Valeu a lição! bjs

      RESPOSTA





    • lINDA HISTÓRIA, EU FIQUEI TRISTE TBM E POR ALICE QUE ESTAVA ENTUSIASMADA APRENDENDO COM ESSA FASE, MAS TUDO NA VIDA PASSA NÉ? E A GENTE TBM APRENDE COM AS PERDAS, BJS E SAUDADE DEMAIS.OBRIGADA POR SEMPRE VISITAR-ME ACABEI DE POSTAR UMA POESIA SOBRE ESSA PERDA QUE ESTAMOS VIVENDO

      RESPOSTA








    MINÉIA PACHECO
    Escritora



  • ANUNCIE AQUI




    PARA PENSAR

    Ah, como é importante para a formação de qualquer criança ouvir muitas, muitas histórias... Escutá-las é o início da aprendizagem para ser um leitor, e ser leitor é ter um caminho absolutamente infinito de descoberta e de compreensão do mundo...
    (Fanny Abramovich)





    Copiar essas ideias sem a permissão do autor é crime, pois isso configura uma forma de roubo e roubar ideias é plágio, e plágio é crime. Art. 184 – Código Penal

    © Copyright 2017 - Minéia pacheco. Todos os direitos reservados. O conteúdo deste site não pode ser reproduzido, distribuído, transmitido, ou usado, exceto com a permissão prévia por escritor.