• 13
    AGO

    CONVERSANDO NO JARDIM!



    (Fonte das imagem: Google!)

    Conversando no jardim!

    - Olá Joaninha, sou a sua nova vizinha e meu nome é Betina!

    - Olá querida vizinha, mas, o que aconteceu com a outra abelhinha que morava aí?

    - Bem, ela achou outra flor para morar!

    - Que pena, gostava muito de conversar com ela.

    - Não fique triste amiga Joaninha, estou aqui para te fazer compainha. Qual seu nome?

    - Me chamo Joaninha Jacinta. O que você vai fazer hoje?

    - Irei atrás de pólen e néctar de algumas flores e você?

    - Vou ficar por aqui mesmo... Não gosto muito de sair. Sou tão pequenina, tenho medo que outros animais possam pisar em mim!

    - Não me diga que você nunca saiu daqui?

    - Nunca!

    - Mas você não tem vontade de saber como é a vida lá fora?

    - Claro que tenho, mas, como posso? Sou muito medrosa!

    - Mas pra quê tanto medo?

    - Só de pensar em sair me dá calafrios.

    - Jacinta minha amiga, não devemos ter medo de enfrentar as coisas. Se continuar com todo esse medo, nunca poderá descobrir coisas novas!

    - Eu sei, a outra abelhinha também falava a mesma coisa, porém, não consigo.

    - Consegui sim! Não irei deixar você passar toda sua vida em cima dessa folhinha com medo de conhecer outros lugares, claro que nenhum bichinho irá te pisar, todos são muitos cuidadosos.

    - Mas não quero...

    - Sério?

    - Sério mesmo...

    - Espera... Tive uma grande ideia!

    - Qual?

    - O que você acha de voar junto comigo nas minhas costas?

    - Isso daria certo?

    - Claro que sim Jacinta, você é tão leve e com certeza não irá me prejudicar, topa?

    - Não sei...

    - Vamos, cuidarei de você, e com certeza verás o que andas perdendo parada com medo de sair.

    - Eu topo!

    - Então suba...

    E as duas voaram livres, leves e super felizes...


    - Nossa Betina, parece que estou vivendo um sonho...

    - Está gostando do voou?

    - É tudo tão lindo e mágico... Como pude passar tanto tempo parada, com tanto medo, olha só quantas coisas lindas estava perdendo!

    - Mas ainda há muito tempo para você aproveitar toda essa maravilha chamada Natureza!

    - Obrigada amiga, obrigada mesmo!

    - Não precisa agradecer... Pelo brilho dos seus olhos vejo o quanto está valendo a pena esse nosso passeio!

    E continuaram a voar... Sem hora para terminar!

    ((Crianças, devemos enfrentar nossos medos e viver lindos momentos!))

    Minéia Pacheco!

    Avatar





    • OI Minéia,
      não me canso de admirar as suas histórias e de contá-las para as minhas meninas.
      beijos
      Chris
      http://inventandocomamamae.blogspot.com/

      RESPOSTA





    • Sou o neno,netinho da chica e adorei teu blog e historinha.

      Gosto de ler e tenho um blog.Vovó vai te mandar um convite pra poder entra lá.
      beijo,neno

      RESPOSTA





    • Minéia,
      Que coisa mais fofa!!!
      Suas estórias são lindas, meigas, suaves!
      Vi que tem um livro no forno, né?
      Assim que sair me diz que eu gostaria muito de divulgar pois acho que coisas bonitas assim precisam mesmo serem mostradas.
      Beijos e parabéns por seu talento.

      RESPOSTA





    • Menina,você me fez chorar com esta historinha.Estou passando por um momento difícil,fazendo tratamento para depressão e,na maoria do tempo, não tenho vontade de sair de casa,só mesmo o trabalho e olhe lá...não por medo mas por falta de vontade mesmo,e sei que perco muitas coisas com isto.Acho que vou voar na sua abelhinha,pode ser? bjs e obrigada por nos brindar com mais esta pérola.

      RESPOSTA





    • Linda história , como sempre, e ADOREI VER A JOANINHA...BEIJOS,LINDO,FDS,CHICA

      RESPOSTA








    MINÉIA PACHECO
    Escritora



  • ANUNCIE AQUI




    PARA PENSAR

    Ah, como é importante para a formação de qualquer criança ouvir muitas, muitas histórias... Escutá-las é o início da aprendizagem para ser um leitor, e ser leitor é ter um caminho absolutamente infinito de descoberta e de compreensão do mundo...
    (Fanny Abramovich)





    Copiar essas ideias sem a permissão do autor é crime, pois isso configura uma forma de roubo e roubar ideias é plágio, e plágio é crime. Art. 184 – Código Penal

    © Copyright 2017 - Minéia pacheco. Todos os direitos reservados. O conteúdo deste site não pode ser reproduzido, distribuído, transmitido, ou usado, exceto com a permissão prévia por escritor.