Um tubarão diferente!


(Fonte das imagens: Google!)


Um tubarão diferente!

Jonas era um alegre tubarão, bem diferente dos outros da sua espécie, ele não gostava de comer outros peixes, sentia muito pena deles e só se alimentava de algas. Os outros tubarões riam muito dele e falavam sempre que Jonas era muito esquisito.

Ele não dava importância às implicações dos amigos e continuava a seguir sua vida da forma que chamava certo, e sempre pensava: Quanta maldade matar tantos peixinhos para saciar a fome se haviam tantas algas na imensidão do mar!

Todos os dias ele saia de casa logo cedo para ir à escola, pois Jonas dava aulas aos peixinhos e amava fazer isso, não faltava um dia. Os peixinhos-alunos gostavam muito das aulas daquele tubarão tão diferente e alegre. Porém naquele dia a aula seria diferente!

Ao chegar à escola, super animado como sempre, Jonas encontrou seus alunos muito preocupados e perguntou o que estava acontecendo e o peixinho Lori respondeu:

- Professor, ouvimos que há uma criança aqui no fundo do mar mergulhando sozinha e seus amigos foram atrás dela, estamos muito preocupados com o que possa acontecer.

- Temos que ir atrás dessa criança e levá-la a algum lugar seguro agora mesmo!(Falou Jonas)

- Mas como professor? (Perguntou o outro peixinho chamado Caco)

- Vocês sabem mais ou menos por onde essa criança está?

- Não temos certeza, mas parece que ela está próxima aos corais. (Falou Lori)

- Então vamos até lá.

Os três saíram nadando o mais rápido que podiam e de longe Jonas viu a criança em meio aos corais...



Quando o tubarão Jonas se aproximou da criança, ela teve um grande susto e quis nadar para bem longe, porém, não conseguiu sair do lugar, pois o cordão de ar havia ficado preso entre as pedras, Jonas aproximou-se para ajudá-la e ela assustou-se mais ainda pensando que ele iria feri-la, e então ficou muito surpresa ao perceber que ele se aproximava para lhe soltar das pedras, a criança ficou muito feliz com a atitude daquele feroz tubarão e agradeceu. Então Jonas junto com os seus peixes-alunos levaram-na sã e salva para a superfície.

Ao encontrar seus pais a criança contou tudo que havia acontecido, eles ficaram muito surpresos e comovidos, haviam acabado de pescar um enorme tubarão e diante do que seu filho tinha acabado de contar o soltaram imediatamente. Por coincidência o tubarão pescado era um dos amigos malvados de Jonas. Que graças à atitude correta dele, havia sido solto novamente no mar!

Todos os outros animais souberam do que havia acontecido e passaram a respeitar Jonas como ele era, pois, se ele fosse carnívoro iria com certeza devorar aquela criança, mas como ele não era, salvou-a e ainda livrou seu amigo de ser levado pelos pescadores.

Daquele dia em diante nenhum de seus amigos implicaram mais com ele e também o respeitavam muito, e os peixes-alunos aprenderam também naquele dia uma grande lição: QUANDO AGIMOS DA FORMA CERTA, TUDO ACONTECE PARA O NOSSO BEM E DOS QUE ESTÃO A NOSSA VOLTA!

((Crianças, tenham sempre atitudes que possam trazer sempre o bem para vocês e para toda sua família!))

Minéia Pacheco!

4 comentários:

  1. Muito linda e as crianças adoram tudo que é do mar.Vão adorar esse tubarão.Um beijo,tudo de bom,chica

    ResponderExcluir
  2. Minéia,que linda e educativa história!Sua imaginação tem asas!Amei esse tubarão bonzinho!Bjs,

    ResponderExcluir
  3. Oi Minéia,
    dando a minha passadinha diária para pegar historinha para ler para as minhas filhas.
    Cada dia estou mais sua fã.
    beijos
    Chris
    http://inventandocomamamae.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  4. Parabéns pela pérola e pela edição do livro!Continue Deus a te inspirar e a cobrir tua vida com muitas e valiosas bênçãos.bjs

    ResponderExcluir

Aqueles que passam por nós, não vão sós, não nos deixam sós. Deixam um pouco de si, levam um pouco de nós.(Antoine de Saint-Exupéry)

...Agradeço a visita e o comentário!...

Volte sempre!

Beijinhos, Minéia Pacheco

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Contos para criança ler, ouvir e sonhar! © Desenvolvido por Elaine Gaspareto