• 13
    SET

    ALÉM DO MAR!





    Os peixinhos Billy e Tati estavam cansados de viver no fundo do mar, viram de longe uma minhoquinha, arrumaram as malas e foram com ela conversar para poderem sair do mar!

    - Olá dona minhoca. – Falou Billy.

    - Olá, vocês irão me comer?

    - Claro que não! – Falou Billy. Queremos ir embora daqui, a senhora poderia nos ajudar?

    - Vocês querem ir pra onde?

    - Não sabemos ainda ao certo. – Falou Tati. A senhora poderia nos dar algumas dicas?

    - Mas... Porque vocês querem ir embora?

    - Estamos cansados de viver aqui, sempre são as mesmas coisas, os mesmos peixes, as mesmas algas... Cansamos! – Falou Billy.

    - E o que vocês pensam que irão encontrar lá fora?

    - Uma imensidão de coisas novas e diferentes. – Falou Tati.

    - Realmente lá fora há uma diversidade de coisas, porém lá vocês não encontrarão a paz que existe aqui no fundo do mar.

    - Por quê? – Perguntou Billy.

    - Porque lá não é o habitat de vocês. E por isso, nunca irão se acostumar com a vida fora do mar. O lugar de vocês é no mar, pois é onde vocês nasceram, onde vivem suas famílias, amigos...Lá fora não é lugar para vocês, podem acreditar em mim!

    - Mas queremos muito ir! – Falou Tati.

    - Vocês sabem por que estou aqui?

    - Não! – Falaram os dois.

    - Estou aqui de isca para pescar peixinhos como vocês.

    - Ah, então nós iremos te comer! – Falou Billy.

    - Mas vocês não sabem o que os espera lá em cima...

    - O que é? Conta logo vai... - Perguntou Tati.

    - São pescadores que assim que souberem que algum peixinho comeu a isca irão puxar o anzol e os levarão para casa para lhes comerem no jantar!

    - Nossa, sério? – Perguntou Billy.

    - É isso sim, claro que existem pessoas boas que os pegam e os levam para viver em pequenos aquários que não chega nem perto desse paraíso em que vocês vivem. Querem um conselho meu?

    - Sim, queremos! – Falaram.

    - Aprendam a dar valor ao lar de vocês. Não existe lugar no mundo melhor do que a nossa casa, acreditem em mim. Aproveitem cada dia aqui, na companhia dos amigos, da família. Vocês já são muito felizes e não sabem. Não esperem acontecer algo ruim para poderem valorizar o que tem agora. Não acreditem que além do mar existe lugar melhor, porque não existe!

    - Nossa minhoquinha, agora você nos deixou envergonhados por estarmos tão aflitos para sairmos daqui. – Falou Tati.

    - Te entendemos amiga minhoca e tivemos muita sorte em te encontrar, pois assim compreendemos o quanto o nosso lar é perfeito para nós. Obrigado por ser tão sincera e verdadeira. – Falou Billy.

    - Fico muito feliz em saber que vocês compreenderam o que falei. Sejam muito felizes aqui amiguinhos... Agora vou indo, pois o pescador se cansou de esperar e está me puxando, tchauzinho!

     - Tchau amiga minhoca... Obrigado por nos mostrar que não existe nada melhor para nós além no mar. – Falou Tati.


    - Não há de quê!


    Minéia Pacheco








    Avatar





    • Até os peixinhos querem descortinar novos horizontes...Legal!bjs

      RESPOSTA





    • Minéia

      Passando para te lembrar que nossa blogagem coletiva é amanhã, te espero!!!

      beijos

      RESPOSTA





    • Que lindo,Minéia e cada um no seu lugar,não?Beijos,chica( naõ sabes como acho incrível chegar aqui e em alguns poucos blogs que neno vai e encontrar os comentários dele. Ele tem hora pra ir no computador e não é todos os dias que deixo.E só se eu estou perto!Assim,ele fica no laptop e eu ao lado, no outro.E de repente, encontro e vejo que chegou primeiro,srsr)

      RESPOSTA





    • oi minéia adorei a historia ,todo mundo tenque valorisar a sua casa né ? obrigado por me visitar bjs

      RESPOSTA








    MINÉIA PACHECO
    Escritora



  • ANUNCIE AQUI




    PARA PENSAR

    Ah, como é importante para a formação de qualquer criança ouvir muitas, muitas histórias... Escutá-las é o início da aprendizagem para ser um leitor, e ser leitor é ter um caminho absolutamente infinito de descoberta e de compreensão do mundo...
    (Fanny Abramovich)





    Copiar essas ideias sem a permissão do autor é crime, pois isso configura uma forma de roubo e roubar ideias é plágio, e plágio é crime. Art. 184 – Código Penal

    © Copyright 2017 - Minéia pacheco. Todos os direitos reservados. O conteúdo deste site não pode ser reproduzido, distribuído, transmitido, ou usado, exceto com a permissão prévia por escritor.