• 20
    SET

    UM PORQUINHO COMILÃO!



    (Fonte da imagem: Google!)



    Um porquinho comilão!


    Sebastião tinha uma grande paixão... A comida! Comia de tudo e em grande quantidade. A toda hora corria atrás de algum alimento, não conseguia parar de comer.
    Sua mãe andava muito preocupada, pois o pequeno Sebastião estava engordando demais, daqui a algum tempo ele não conseguiria nem mais andar de tão pesado. Ela sempre falava:

    - Meu filho, pare um pouco de comer, desse jeito você vai explodir!

    Mas Sebastião não dava importância aos conselhos da sua mãe e a cada dia comia mais ainda. Não conseguia brincar com seus amigos, se cansava muito e queria logo sentar para novamente comer.

    Certo dia houve uma grande festa entre os vizinhos e todos os moradores da região foram convidados, inclusive Sebastião, haveria comida a vontade para todos os convidados.

    - Filho, é melhor não irmos a essa festa.

    - Por que mamãe?

    - Não vai dar certo, você não pode ver comida, tenho medo que acabe comendo tudo por lá.

    - Pode deixar mamãe, irei me comportar!

    Ao chegarem à festa todos pararam para olhar Sebastião e sua mãe chegando, pois ele estava tão gordo que chamava a atenção de todos. E Sebastião ao ver toda aquela fartura de comida não pensou duas vezes e correu para a mesa e começou a devorar tudo de uma só vez!

    Quando terminou não restou mais nada para os demais convidados, percebendo o que acabava de fazer, ficou envergonhado e correu para casa.

    - Filho, o que anda acontecendo com você?

    - Não sei mamãe, tenho muita fome e sinto vontade de devorar toda comida que vejo. Desculpe-me por ter dado vexame na festa, estou muito envergonhado e nunca mais sairei de casa.

    - Não é fugindo dos problemas que iremos nos livrar deles, temos que enfrentá-lo!

    - Como podemos?

    - Primeiro iremos pedir desculpas a todos que estavam na festa, depois iremos ocupar sua mente com outras coisas para ver se você esquece um pouco de comer, e por último, a partir de hoje quero ver você fazendo exercícios todos os dias, estamos combinados?

    - Estamos sim mamãe, quero mudar o mais rápido possível!

    E assim foi feito, durante dias Sebastião ocupava a mente lendo, escrevendo, brincando e fazendo exercícios, a vontade de comer foi passando. Seu esforço e sua vontade de mudar foi tão grande que em pouco tempo já percebia melhoras em seu físico.

    - Aprenda filho que quando ocupamos nossa mente com outras coisas nos livramos de manias que nos fazem mal.

    - Estou muito feliz por ter me livrado da mania de comer demais e irei continuar sempre a ocupar minha mente com outras coisas.

    - Tudo na vida deve ter um equilíbrio... Nem demais nem de menos, na medida!

    - Agora estou sabendo equilibrar tudo, pois, estou brincando, comendo, lendo, escrevendo tudo com cautela, sem exageros.

    - E é assim que devemos sempre agir!


    POR MINÉIA PACHECO!

    Avatar





    • Saber equilibrar é legal.Linda história!

      Gostaria que esse menininho aí acima,Neno, comesse um pouco mais,rsrsrs...

      Ele é danado! beijos,chica

      RESPOSTA





    • oi minéia, eu sou que nem o sebastião mas não de comer mas sim de ir nesse lindo blog adorei ! bjs neno

      RESPOSTA





    • Uma graça esse conto. Meus sobrinhos adoram seu blog, como eu te disse uma vez.
      Gostei da historinha, uma maneira de trabalhar um pouco a questão da obesidade infantil, ensinar para as crianças q elas não precisam comer demais para serem felizes.
      eh isso ai
      bom dia

      RESPOSTA








    MINÉIA PACHECO
    Escritora



  • ANUNCIE AQUI




    PARA PENSAR

    Ah, como é importante para a formação de qualquer criança ouvir muitas, muitas histórias... Escutá-las é o início da aprendizagem para ser um leitor, e ser leitor é ter um caminho absolutamente infinito de descoberta e de compreensão do mundo...
    (Fanny Abramovich)





    Copiar essas ideias sem a permissão do autor é crime, pois isso configura uma forma de roubo e roubar ideias é plágio, e plágio é crime. Art. 184 – Código Penal

    © Copyright 2017 - Minéia pacheco. Todos os direitos reservados. O conteúdo deste site não pode ser reproduzido, distribuído, transmitido, ou usado, exceto com a permissão prévia por escritor.