A Bruxinha Fifi!





Fifi gostava de voar em sua vassoura por todos os lugares; voava...voava... e não se cansava. Quando chegava em casa gostava de conversar com suas abóboras mágicas... Elas eram muito especiais e tinham grande importância na vida de Fifi, pois ela não tinha amigos e elas eram sua companhia diária.

Fifi morava na cidade das bruxas, local onde habitava todo o tipo de bruxa, de todas as idades, tamanhos... Mas ela não tinha uma boa convivência com as demais bruxinhas, e pensava que elas não gostavam da sua companhia. E suas únicas amigas eram suas abóboras.

Filomena, uma alegre Bruxinha, que também vivia por lá, tinha um grande carinho por ela e já havia tentado de várias maneiras começar uma amizade, mas não conseguia e ficava muito triste ao ver Fifi tão sozinha com suas abóboras e sem abrir espaço para novas amizades.

Certa vez, Filomena combinou com algumas outras bruxas ir à casa de Fifi enquanto ela estivesse voando com sua vassoura. Elas iriam entrar na casa de Fifi e levar todas as suas abóboras. E assim fizeram... Quando Fifi chegou em casa depois de muito voar, procurou suas queridas abóboras para conversar sobre o que tinha visto lá do alto, mas procurou, procurou... E nada!

Onde estavam?

Fifi ficou muito preocupada e sem acreditar no que estava acontecendo, pegou sua vassoura e saiu voando pela cidade a procura de alguma notícia delas.

Mas não soube de nada, e voltou para casa mais triste do que saiu!

Depois de tanto chorar lembrou que suas abóboras eram mágicas e com um toque de sua varinha, ela as acharia rapidinho.

Então falou as palavrinhas mágicas:

- Tique, tique, tique... Volte agora abóboras minhas, não me deixe mais triste e sozinha!

E num piscar de olhos elas estavam de volta, a alegria foi imensa... Fifi correu para abraçá-las sem perceber que a bruxinha Filomena também tinha vindo junto das abóboras, Filomena falou:

- Olá Fifi!

- O que você faz aqui?

- Fui eu que levei suas abóboras daqui.

- Por que você fez isso?

- Sabe, só queria poder ter a chance de ser sua amiga... Você só quer saber dessas abóboras.

- Elas são as únicas amigas que tenho, ninguém nunca quis saber de mim além delas.

- Mentira, eu sempre quis ser sua amiga, mas você sempre estava fascinada demais com essas abóboras e nunca percebeu meu carinho por você.

- Desculpe Filomena, pensei que nenhuma de vocês quisessem saber de mim.

- Sabe Fifi, é preciso conhecer bem as pessoas antes de pensar algo sobre elas. Você pensou errado a nosso respeito, espero que agora você possa vir nos conhecer melhor, e fazer amigos de verdade.

- Quero muito ter novos amigos, para podermos voar juntas, conversar bastante...

- O que você acha de fazermos isso agora?

- Acho uma ótima ideia...

E as duas bruxinhas voaram muito felizes em suas vassouras pelo céu...

Depois de muito tempo voando pelo céu, Fifi falou:

- Vamos voltar Filomena?

- Vamos sim...

Ao chegar em casa, Fifi despediu-se de Filomena, correu ao encontro de suas abóboras, e disse:

- Nunca me esquecerei de vocês amigas... Agora tenho outras amizades, mas vocês sempre estarão em meu coração.

Daquele dia em diante todas as bruxinhas se tornaram grandes amigas e viveram incríveis momentos.



Minéia Pacheco






8 comentários:

  1. Que lindo exemplo de amizade! Vc sempre encantadora!
    Beijos da Amarela

    ResponderExcluir
  2. QUE AMOR! AMIZADE NÃO PODE SER DEIXADA DE LADO E ESQUECIDA...BEIJOS,CHICA

    ResponderExcluir
  3. Mineia,uma bruxinha muito fofa e uma história maravilhosa de amizade!Vc é demais,menina!Adorei!Bjs,

    ResponderExcluir
  4. Aqui eu volto a ser criança.
    aqui tem vida.

    ResponderExcluir
  5. Minéia querida
    Seu rosto já me é tão familiar, porque sempre te vejo comentando la no blog da ELAINE/UM POUCO DE MIM.
    E fiquei muito feliz em receber sua visita la no meu blog, vim agradecer e te conhecer melhor.


    Bjs
    Mah

    ResponderExcluir
  6. Que bonita essa história. Planta o valor da amizade, a importância de se ter e manter um bom amigo. Especial!
    bom dia Minéia!

    ResponderExcluir
  7. Maravilhoso seu blog Minéia! Vou contar todas as suas histórinhas p/ minha filha!
    Parabéns!!!

    ResponderExcluir
  8. Oi Minéia,
    Amei a Fifi.
    Sabe que chamávamos a Ana Luiza de Fifi e já fizemos dois livrinhos com historinha da menina Fifi?
    beijos
    Chris
    http://inventandocomamamae.blogspot.com/

    ResponderExcluir

Aqueles que passam por nós, não vão sós, não nos deixam sós. Deixam um pouco de si, levam um pouco de nós.(Antoine de Saint-Exupéry)

...Agradeço a visita e o comentário!...

Volte sempre!

Beijinhos, Minéia Pacheco

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Contos para criança ler, ouvir e sonhar! © Desenvolvido por Elaine Gaspareto