O pequeno GRANDE artista!



O pequeno GRANDE artista!


Quando era pequenininho, Leandro sempre gostou muito de desenhar, pegava os lápis de cor e começava a rabiscar tudo o que via pela frente. Achava bonito o colorido que os lápis faziam!

Amava livros com figuras bem coloridas, brinquedos coloridos, tudo isso chamava muito sua atenção.

A mãe observava com muito carinho para aquele pequeno fascínio do filho pelas cores, pela arte!

O tempo passou e o aniversário do pequeno Leandro chegou! E o presente de aniversário foi uma maleta de artes... Ele ficou radiante de felicidades! Nela havia de tudo um pouco, pincéis, folhas, e muitas cores de diferentes formas, eram lápis de cor, tintas, enfim, tudo que um pequeno artista precisava.

Leandro foi logo inaugurar sua maleta e fez um belo desenho, uma linda lagartinha!

A cada desenho que ele fazia mais capricho ele colocava. Passava horas e horas a desenhar, a parede do seu quarto já não tinha mais espaços para colocar seus desenhos.

Sua mãe olhava os desenhos admirada:

- Como estão lindos!

Certo dia um amigo da família que era artista, fez uma visita a eles, a mãe de Leandro o levou para o quarto do filho para ver os desenhos que ele andava fazendo. Ao ver os desenhos ele ficou fascinado:

- Foi você quem fez Leandro? – Ele perguntou.

- Foi sim, o senhor gostou?

- Se gostei? Eu amei!

Leandro ficou muito feliz em receber esse elogio.

- Tenho uma proposta para te fazer. Você gostaria de expor esses seus desenhos em minha galeria?

Leandro não acreditou no que ouvia e olhou para sua mãe:

- Posso mamãe?

- É isso que você quer? Te deixará feliz?

- Quero sim mamãe, quero muito!

- Você é um pequeno GRANDE artista Leandro, temos que incentivar esse seu lado artístico para que ele floresça dentro de você. – Falou o amigo da família.

Passaram-se os dias, e já chegava a hora da grande exposição dos desenhos de Leandro, ele estava muito nervoso e sua mãe lhe falou:

- Hoje será um dia inesquecível para você filho. Estou muito orgulhosa do meu pequeno artista, tudo dará certo!

- Obrigado mamãe!

- Obrigado pelo quê filho?

- Por acreditar em mim e por sempre me apoiar. A pequena maleta que ganhei foi um grande incentivo para todos os desenhos que estão aqui hoje nessa exposição.

- Não precisa agradecer filho, esse é o papel de todo pai e mãe, incentivar seus filhos a fazerem o que eles realmente gostam e o que lhes fazem bem!

E a exposição do pequeno GRANDE artista foi um sucesso, todos ficaram admirados com os desenhos de Leandro. Ele recebeu muitos incentivos e elogios. E isso fez com que ele percebesse que estava no caminho certo, fazendo o que gostava, agradando a todos e principalmente sendo muito feliz com tudo isso!

MINÉIA PACHECO

8 comentários:

  1. Que lindo quando a família incentiva, não? Linda historinha! beijos,tudo de bom,linda semana!chica

    ResponderExcluir
  2. Oi Mi! Bom Dia, querida!
    Obrigada pelos boas vindas lá no blog! Senti tta saudades de vcs!!!

    E que historinha bacana encontrei aqui hein?! Até me emocionei!!! Não que o Lucas seja assim como o Leandro, mas ele adora rabiscar e cola todos os desenhinhos na parede do quarto tb! Bem do ladinho da sua cama. E eu acho tão lindo sabe, nem que seja só um monte de riscos, para ele tem um sentido, ele vê algo ali! E eu tb!

    Bela historinha!!!!
    Beijão, Mi!
    Tenha uma boa semana !

    Ju

    ResponderExcluir
  3. Mineia,maravilhosa a msg de amor e incentivo nesse conto!Adoro seu blog e suas belas histórias!Bjs,

    ResponderExcluir
  4. oi minéia , que bom que todos gostaram dos desenhos de leandro .
    adorei bjs neno

    ResponderExcluir
  5. Querida, estou aguardando nosso livro ansiosa!!!
    Tem selinho p/ vc lá no Mundo de Gabi!
    Bjks!

    ResponderExcluir
  6. Muito boa essa história. Muitos pais deveriam lê-la.
    Beijo na alma!

    ResponderExcluir
  7. Lindona
    tem uma coisa pra vc lá no meu blog!
    Super beijo
    Juju

    ResponderExcluir
  8. Oi Minéia,
    Vou ler essa para ela hoje também.
    beijos
    Chris
    http://inventandocomamamae.blogspot.com/

    ResponderExcluir

Aqueles que passam por nós, não vão sós, não nos deixam sós. Deixam um pouco de si, levam um pouco de nós.(Antoine de Saint-Exupéry)

...Agradeço a visita e o comentário!...

Volte sempre!

Beijinhos, Minéia Pacheco

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Contos para criança ler, ouvir e sonhar! © Desenvolvido por Elaine Gaspareto