• 24
    NOV

    UM VAMPIRINHO DIFERENTE!


    (Fonte da imagem: Google!)

    Um vampirinho diferente!

    Um vampiro que ama guloseimas... Vocês já ouviram falar?

    Nem eu!

    Mas ele existe sim lá na terra das criaturas diferentes, desde que nasceu, seus pais, os vampiros César e Célia acharam algo diferente nele, por não gostar das coisas que todo bom vampiro gosta... Sangue!

    Carlinhos, o vampirinho, amava bombons, chocolates, todos os tipos de balinhas, então seus pais resolveram mandá-lo para a terra das criaturas diferentes, não poderiam ficar com um vampiro tão diferente entre eles, o que seus amigos iriam pensar?

    E assim Carlinhos chegou a essa terra e encontrou muitas outras criaturas diferentes como ele, viu uma múmia que amava dançar, viu um lobisomem que gostava muito de tomar sol, viu uma mula sem cabeça com uma bela peruca, e lá a única coisa que importava para eles era em ser feliz e fazer o que gostavam de fazer.

    Carlinhos ficou muito feliz em estar por lá, pegou uma enorme quantidade de guloseimas, comeu pouco, pois sabe o quanto faz mal comê-las muito e foi conversar com as demais criaturas diferentes, saber um pouco mais sobre aquele lugar:

    - Dona Múmia, faz muito tempo que a senhora está aqui?

    - Uns 5.000 anos.

    - Nossa... É muito tempo! Quem a mandou para este lugar?

    - Meus pais, eles notaram o quanto era diferente por não querer assustar as pessoas por aí e só queria saber de dançar, por isso me trouxeram para esse lugar e nunca mais os vi.

    - A senhora ficou triste?

    - Claro que não, esse é o lugar certo para mim e para todos que aqui estão.

    Chegando perto do lobisomem, Carlinhos falou:

    - Senhor lobisomem, faz muito tempo que o senhor está aqui?

    - Sim, muito tempo!

    - E o senhor gosta daqui?

    - Claro que sim... Aqui me sinto uma criatura normal!

    Faltava falar com a Mula sem cabeça e ele foi:

    - Dona Mula quem te trouxe para este lugar?

    - Meus pais... Quase todos aqui foram trazidos pelos pais, eles não aceitaram as diferenças dos filhos e preferiram se livrar deles.

    - É, fui trazido pelos meus pais também e a senhora gosta daqui?

    - Claro vampirinho... Este lugar é um sonho!

    Carlinhos saiu pensativo, será que realmente todas aquelas criaturas eram diferentes? E depois de muito pensar, chegou a uma sábia conclusão:

    - Cada criatura tem sua forma de ser, de agir, de pensar e isso nos tornar sim diferente dos demais... E COMO É BOM SER DIFERENTE!

    Depois te gritar para todas as criaturas daquele lugar sua sábia conclusão, Carlinhos saiu feliz, feliz por ser diferente... Feliz por amar guloseimas!

    E os pais de todas as criaturas voltaram para seus filhos e lá viveram felizes para sempre, apesar das diferenças!


    MINÉIA PACHECO





    Avatar








    MINÉIA PACHECO
    Escritora



  • ANUNCIE AQUI




    PARA PENSAR

    Ah, como é importante para a formação de qualquer criança ouvir muitas, muitas histórias... Escutá-las é o início da aprendizagem para ser um leitor, e ser leitor é ter um caminho absolutamente infinito de descoberta e de compreensão do mundo...
    (Fanny Abramovich)





    Copiar essas ideias sem a permissão do autor é crime, pois isso configura uma forma de roubo e roubar ideias é plágio, e plágio é crime. Art. 184 – Código Penal

    © Copyright 2017 - Minéia pacheco. Todos os direitos reservados. O conteúdo deste site não pode ser reproduzido, distribuído, transmitido, ou usado, exceto com a permissão prévia por escritor.