Solidariedade, passe adiante!




Solidariedade, passe adiante!

Seu Carlos vendia picolé há muitos anos, sempre passava pelos mesmos lugares e já tinha sua freguesia certa. As crianças, quando escutavam a buzina do carro do picolé, saiam correndo de casa para comprar. Era cada um mais delicioso que o outro!

Quem preparava os picolés era a esposa de Seu Carlos, eles trabalhavam juntos e eram muito felizes!

Certa vez, ao passar normalmente pelas ruas vendendo seus picolés, seu Carlos observou um menino todo sujo e sentado no chão. O menino olhava para o carro do picolé com muita vontade, era um olha de desejo. Porém, qualquer pessoa podia saber que ele não tinha dinheiro para comprar, seu Carlos vendeu seus picolés e voltou para casa como sempre fazia, mas, não saía de seu pensamento aquele pobre menino louco por um picolé.

Ao chegar em casa foi conversar com sua esposa:

- Sabe querida, hoje vi uma cena que cortou meu coração!

- O que houve querido?

- Vi uma criança de rua, toda suja e tenho certeza de que estava morrendo de fome também e não fiz nada para ajudá-la.

- Não fique assim querido, tenho certeza de que você não a ajudou por maldade, apenas não pensou logo em como ajudá-la.

- Mas como podemos ajudar essas crianças?

- Não sei querido... Bem, vou fazer os picolés para serem vendidos amanhã.

- Tive uma ideia!!

- Qual?

- Nós somos muito felizes vendendo picolés há tantos anos, não é?

- Sim, e muito!

- Estou querendo dedicar um dia para não vender picolés e sim DAR para as crianças de rua. Eu sairia normalmente como todos os dias e iria dando picolés para as crianças que não têm condições de comprar. O que você acha?

- Querido... Acho uma ÓTIMA ideia! Porque não pensamos nisso antes? É muito importante fazer o bem ao próximo.

- Amanhã mesmo farei isso, não irei vender nenhum, irei dar a todas as crianças de rua que encontrar.

- Estou tão feliz com isso que irei caprichar muito nos picolés que você irá dar amanhã.

- Querida, se todos fizessem um pouco, assim como nós, com certeza esse mundo seria bem melhor!

- E como seria!



Minéia Pacheco

8 comentários:

  1. Com certeza seria muiiiiiiiiiiiiiiito melhor e mais bonito de ver! E é um pouco cada um, isso é fácil... beijos,linda história!chica

    ResponderExcluir
  2. lindo. lindo e gostoso. Nesta grande Fortaleza, o sol esta mais quente do que nunca seria de bom tamanho se alguém fizesse isso.

    ResponderExcluir
  3. Mineia,que grande e belo conto de fraternidade e amor ao próximo!Adorei!Bjs,

    ResponderExcluir
  4. Oi Minéia ,
    ia ser bem melhor se todo mundo fizessem que nem o Seu Carlos mesmo né ? adorei a historia bjs neno

    ResponderExcluir
  5. Oi Minéia! Saudades de você e de seus contos! Lindo este conto de solidariedade! beijinhos

    ResponderExcluir
  6. Olá, estou apenas passando para avisar que o endereço do meu blog mudou, tem lá um pequeno esclarecimento.
    Beijos,
    Lu
    http://entreogizeocoracao.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  7. Gostaria de usar seu lindo texto em uma prova de português. Claro que citando sua autoria. Posso?

    ResponderExcluir

Aqueles que passam por nós, não vão sós, não nos deixam sós. Deixam um pouco de si, levam um pouco de nós.(Antoine de Saint-Exupéry)

...Agradeço a visita e o comentário!...

Volte sempre!

Beijinhos, Minéia Pacheco

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Contos para criança ler, ouvir e sonhar! © Desenvolvido por Elaine Gaspareto