• 24
    MAR

    TOBIAS E OS VAGA-LUMES!




    Tobias e os vaga-lumes!

    Já era muito tarde da noite, Tobias, o cachorro, não conseguia dormir e resolveu caminhar. A noite estava linda, repleta de estrelas no céu e uma bela lua que clareava tudo ao redor.

    Tobias foi andando, passeando no meio na noite para ver se o sono chegava, não percebeu uma nuvem enorme que caminhava no céu em direção a lua. De repente, toda a claridade da noite foi embora, a nuvem havia coberto toda a lua e sua luminosidade tinha desaparecido!

    Tobias ficou desesperado! Como voltaria para casa naquela escuridão? Afinal, onde estava naquele exato momento? Ele não conseguia enxergar nada! Começou a latir, latir muito alto, mas de nada adiantava.

    Resolveu então deitar do chão, cobrir os olhos com as patas e torcer para que a luz da lua voltasse logo!

    Percebeu algo brilhando perto dele, abriu os olhos e viu vários vaga-lumes piscando e iluminando tudo ao redor.

    - Olá amiguinhos, de onde vocês são? Nunca os vi por aqui!

    - Moramos aqui mesmo, bem pertinho de você. Mas nós geralmente só somos percebidos a noite, quando tudo está escuro como agora.

    - Fico muito feliz em vê-los por aqui, estava triste e com muito medo em ficar aqui sozinho no meio da escuridão.

    - Nós te vimos de longe e viemos te fazer companhia, deve ser muito ruim ficar sozinho no escuro.

    - Estava sem sono e resolvi fazer uma caminhada para ver se o sono chegava, mas de repente a luz da lua sumiu e eu fiquei sem saber o caminho de volta para casa. Vocês podem me ajudar?

    - Claro que sim, mas antes, será que podemos brinca um pouco? É sempre tão difícil encontrar alguém acordado no meio da noite para brincar conosco.

    - Vamos brincar sim, na verdade nem estou com sono ainda.

    Então eles brincaram e se divertiram muito. A luz da lua voltou, mas Tobias nem percebeu no meio de tantas brincadeiras. Muito tempo depois...

    - Tenho que ir, já esta muito tarde, logo o sol surgirá no céu e tenho que dormir um pouco. Muito obrigado pela companhia de vocês, perdi todo o medo de ficar sozinho no escuro.

    - Não precisa agradecer amigo, gostamos muito de te encontrar por aqui e de brincar tanto com você. Vamos fazer isso mais vezes!

    - Vamos sim, pois ao lado de vocês não preciso temer a escuridão, porque vocês brilham como as estrelinhas do céu! Até mais!

    - Tchau e um bom sono.


    Minéia Pacheco




    Avatar








    MINÉIA PACHECO
    Escritora



  • ANUNCIE AQUI




    PARA PENSAR

    Ah, como é importante para a formação de qualquer criança ouvir muitas, muitas histórias... Escutá-las é o início da aprendizagem para ser um leitor, e ser leitor é ter um caminho absolutamente infinito de descoberta e de compreensão do mundo...
    (Fanny Abramovich)





    Copiar essas ideias sem a permissão do autor é crime, pois isso configura uma forma de roubo e roubar ideias é plágio, e plágio é crime. Art. 184 – Código Penal

    © Copyright 2017 - Minéia pacheco. Todos os direitos reservados. O conteúdo deste site não pode ser reproduzido, distribuído, transmitido, ou usado, exceto com a permissão prévia por escritor.