O primeiro amor de Pedrinho!




O primeiro amor de Pedrinho!

Pedrinho andava distraído, pensativo, rindo à toa. Passava horas observando o céu, as estrelas e o brilho da lua. Brincava com as borboletas do jardim, parecia que vivia em outro mundo. Não queria mais saber dos vídeos games, computadores e nem do futebol com os amigos.

Algo diferente estava acontecendo com ele!

Quando se aproximava das cinco da tarde, Pedrinho largava tudo que estava fazendo e corria para a calçada da sua casa. Só para poder ver um grupo de meninas que sempre passava por lá naquele mesmo horário. Ficava lá esperando...  Quanto mais o tempo se aproxima, mais ele ficava eufórico e com o coração agitado!  

Dentre as meninas do grupo, tinha uma em especial que sempre falava:

- Oi Pedrinho!

E ele respondia:

- Oi Renatinha!

E depois desse pequeno diálogo Pedrinho ficava lá, sentado na calçada, com o coração agitado e as pernas bambas a vendo ir. E com um leve suspiro falava:

- Como ela é linda!

Pedrinho ficava todo bobo em poder trocar um simples “oi” com aquela menina. Depois de vê-la, ele corria para casa e torcia para que as horas passassem rápido, que o dia seguinte chegasse logo, para poder vê-la novamente e novamente poder falar “oi”.

Ficava na janela do quarto pensando nela e perdia a noção do tempo...

Tinha certeza de que ela era seu primeiro amor, pois nunca havia sentido isso antes por ninguém.

Até quando essa “paixonite” iria durar? Ele não sabia e nem queria saber, queria curtir seu primeiro amor, queria poder sentir seu coração acelerar e as pernas bambas ficar, o primeiro amor é algo mágico!

E no dia seguinte às cinco da tarde, lá estava Pedrinho sentado na calçada da sua casa esperando Renatinha passar:

- Oi Pedrinho!

- Oi Renatinha!

E quanto ela passava, ele dava um leve suspiro e entrava.


Minéia Pacheco
(Junho - 2012)

10 comentários:

  1. Esse primeiro amor, é algo de mágico.
    Pernas bambas, sorriso, um oi somente e que nos leva a sonhar colorido.
    Desejar pelo próximo encontro, poder olhar e de novo sonhar.
    Amei!

    Beijos querida Minéia!

    ResponderExcluir
  2. Lindo esse amor infantil e inocente assim!


    beijos,lindo dia!chica

    ResponderExcluir
  3. Oi Minéia!
    E o amor está no ar!
    Linda estória.
    Um ótimo dia dos namorados para ti.
    abração com carinho

    ResponderExcluir
  4. Mineia,que encanto de história!Pura paixonite infantil!Eu adoro esses namoricos platonicos!...rss...bjs e meu carinho,

    ResponderExcluir
  5. muito bonitinho essa essa historia
    beijos

    ResponderExcluir
  6. É, o amor é poderoso!!!
    Adorei!!!
    Bjs do Neno

    ResponderExcluir
  7. Oi Minéia, vim deixar um beijo.
    Boa terça!!!!
    Bjs do Neno

    ResponderExcluir
  8. Oi Minéia,aqui estou eu.Que bonito esse momento,tdo que tem amor pelo meio eu adoro rs.Bem,sabia que dos blogs que eu sigo só conheço 3 que escrevem para crianças?Fiquei surpresa quando descobri vc.Podemos trocar idéias e impressões.Um dia penso em publicar algo quem sabe...Vc já o fez?Bem,te chamo para ler minha nova estória ,sua opinião será importante.Bjos!

    ResponderExcluir
  9. Olá Minéia! Gosto imensamensamente de contação de histórias.Vim conhecer seu blog e me encantei! Parabéns! Já sou sua seguidora, viu?
    Te convido a conhecer meu Blog educativo e seguir, se quiser.
    Beijos, fique com a Luz de Deus !

    http://espacoalfaletrar.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  10. Minéia, que lindo esse amor inocente de Pedrinho!
    Bijos
    Pedro e Amara

    ResponderExcluir

Aqueles que passam por nós, não vão sós, não nos deixam sós. Deixam um pouco de si, levam um pouco de nós.(Antoine de Saint-Exupéry)

...Agradeço a visita e o comentário!...

Volte sempre!

Beijinhos, Minéia Pacheco

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Contos para criança ler, ouvir e sonhar! © Desenvolvido por Elaine Gaspareto