• 13
    SET

    UM CÃOZINHO MUITO ESPECIAL!



     
     
     
     
    A maior alegria de Leco, o cãozinho, era ver seu grande amigo Zeca chegar da escola, pois com muita alegria pulava sobre ele para lambê-lo e depois começariam a brincar sem parar. Zeca era seu grande amigo e ele o amava muito!
     
    Porém, certa vez, Zeca não chegou no horário de sempre e Leco ficou muito inquieto andando de um lado para o outro. Quanto mais o tempo passava, mais agitado ele ficava, pois nada de Zeca chegar. E não só as horas foram passando, como também dias e mais dias... Leco já estava muito triste. O que será que tinha acontecido com Zeca que não voltava para casa? Ele foi perdendo o amino, não queria mais comer, não queria mais brincar, apenas passava o dia todo deitado. A mãe de Zeca percebeu a tristeza de Leco e tentou conversar com ele, tentar animá-lo, porém nada adiantava, ele estava com saudades de Zeca e só ele poderia animá-lo novamente.
     
    Depois de muitos, muitos dias, Leco estava deitado em sua cama e ouviu a porta da casa abrir, percebeu um cheiro conhecido no ar, levantou e foi ver quem acabava de chegar, e para sua alegria, seu grande amigo Zeca havia voltado para ele. Começou a latir de alegria, pular e abanar o rabinho, queria pular sobre ele, porém viu que ele estava com um dos braços enfaixados, resolveu ficar quietinho, pois não queria machucá-lo.
     
    Leco passou dias ao lado de Zeca na cama, torcendo para que seu grande amigo ficasse bom logo, estava feliz por vê-lo ali, pertinho dele. O tempo passou e enfim Zeca tirou a faixa dos braços, e a reação de Leco ao vê-lo entrar curado em casa foi correr ao seu encontro, pular sobre ele e lhe lamber muito, pois um cachorro quando ama, ama de verdade e para sempre!
     
     
    Autora Minéia Pacheco

    Avatar





    • Que lindo
      ♡♡♡♡♥♡♡♡¿¿¿¿

      RESPOSTA





    • amei a histórinha nunca vou esquecer o que li aqui!!!!!

      RESPOSTA





    • moça querida, linda a história e tão real... lembrei dos cachorrinhos que tive quando era pequena... é um amor meio inexplicável, é um amor e troca de sentir mesmo...

      beijos e um lindo domingo por aí...

      Su.

      RESPOSTA





    • Amizade dos cães por seu dono é muito linda! Os cães são fiéis! A minha Belinha só vai dormir quando eu vou!
      Bjs
      Pedro e Amara

      RESPOSTA





    • Parabéns pelo seu belo Blog...te seguindo....compartilhe o meu de poesias e siga....

      RESPOSTA





    • Mineia,lembrei da minha cachorrinha, a Fadinha!Ela é assim comigo tb,toda amorosa!Cachorros são seres maravilhosos em nossas vidas!Ficou linda sua história!bjs e bom final de semana!

      RESPOSTA





    • Essa amizade é daquelas que nunca acaba.LINDA!! beijos,tudo de bom,chica

      RESPOSTA





    • Minéia, que história mais emocionante.
      É incrível como um animalzinho sofre com a ausência das pessoas, muitas vezes até mais do que um semelhante nosso.
      Ainda bem que Zeca se recuperou loguinho e o Leco pôde pular de novo nele.
      O amor de um animal, que dizem ser irracional, é algo tão gostoso de se sentir, já tive dois cachorros e sei o que é isso.

      Brigadinha pelas palavras tão carinhosas deixadas lá no rabiscos infantis, e te confesso com muita alegria, meus meninos se orgulham bastante de mim e a reciprocidade em relação à eles é verdadeira por demais.

      Tão bom ser mamãe, né mesmo?
      :)

      Meu carinho, sempre.
      Beijos.

      RESPOSTA





    • Q gracinha de história q retrata a realidade do amor q todos os cachorros sentes por seus donos, bichinhos adoráveis.

      RESPOSTA





    • Não é á toa que são os melhores amigos das crianças. Alice adora cachorrinho e gatinh, mas moro em Ap tenho dó dela não poder criar um. bjs e vem ver as novidades.amei a história

      RESPOSTA








    MINÉIA PACHECO
    Escritora



  • ANUNCIE AQUI




    PARA PENSAR

    Ah, como é importante para a formação de qualquer criança ouvir muitas, muitas histórias... Escutá-las é o início da aprendizagem para ser um leitor, e ser leitor é ter um caminho absolutamente infinito de descoberta e de compreensão do mundo...
    (Fanny Abramovich)





    Copiar essas ideias sem a permissão do autor é crime, pois isso configura uma forma de roubo e roubar ideias é plágio, e plágio é crime. Art. 184 – Código Penal

    © Copyright 2017 - Minéia pacheco. Todos os direitos reservados. O conteúdo deste site não pode ser reproduzido, distribuído, transmitido, ou usado, exceto com a permissão prévia por escritor.