• 03
    OUT

    BRINCADEIRAS DO TEMPO DA MAMÃE!



     
     
     
     
    Um grupo de amigos estavam sentados na calçada da rua onde moravam, pensando em uma brincadeira bem diferente para brincarem naquele momento, mas não tiveram nenhuma ideia.
     
    - Porque não perguntamos aos nossos pais do que eles brincavam quando eram crianças? – Falou Rita.
     
    - Ótima ideia! Vou perguntar a minha mãe, pois minha casa é a mais próxima de todos. – Falou Júlia.
     
    - Certo, ficaremos esperando! – Falou Miguel.
     
    Chegando em casa Júlia chegou perto da mãe e perguntou:
     
    - Mamãe, de que você costumava brincar quando era criança?
     
    - Brincava de tantas coisas filha.
     
    - É que eu e meus amigos estamos querendo brincar de algo novo e não temos nenhuma ideia. Você poderia nos ajudar?
     
    - Claro que sim, e já sei a brincadeira certa para vocês. Vamos lá...
     
    Chegando próximo ao grupo:
     
    - Sei que vocês estão querendo saber as brincadeiras que faziam sucesso no meu tempo, e tenho muitas para ensinar, porém, hoje, ensinarei uma chamada PASSARÁS.
     
    - Passarás!? – Falaram todos ao mesmo tempo.
     
    - Isso mesmo crianças e para a brincadeira começar temos que escolher dois de vocês que serão a ponte, quem vai querer?
     
    Rute e Carlos levantaram logo as mãos.
     
    - Ótimo,  agora vocês darão as mãos um para o outro e irão escolher entre si quem será a maçã ou a pera, mas fiquem espertos, pois os demais participantes não devem saber quem vocês serão.
     
    - Estou gostando, vai ser divertido! – Falou Rute.
     
    - Agora vocês dois, Miguel e Júlia, farão uma fila que passará por baixo da ponte. E a ponte que são Rute e Carlos cantará essa música enquanto vocês passam “Passa, passa, passarás deixa eu passar, se não for o da frente, tem que ser o de trás.” Nesta hora (quando fala “de trás”) a dupla da ponte prende nos braços que está passando e pergunta baixinhos sem que os outros ouçam: - Você quer pera ou maçã? Quem ficou preso escolhe e vai para trás de quem representa a fruta escolhida.
     
    - Muito bom! – Falou Miguel.
     
    - E no final ganha o participante que tiver mais gente atrás, ou seja, a fruta mais escolhida.
     
    - Nossa mamãe, essa brincadeira é perfeita! – Falou Júlia.
     
    - Brincávamos muito no recreio da escola, com os amigos da rua. Era diversão garantida!
     
    - Isso sim que é brincadeira de verdade! – Falou Carlos.
     
    - Vamos começar a brincar? – Falou Rute.
     
    - Claro que sim! – Falaram os amigos.
     
    - Tenho muitas outras brincadeiras do meu tempo que quero ensinar para vocês, mas por enquanto curtam essa, tenho certeza de que será a preferida de vocês por muito tempo ainda!
     
     
    Autora Minéia Pacheco
     
     
     

    Avatar








    MINÉIA PACHECO
    Escritora



  • ANUNCIE AQUI




    PARA PENSAR

    Ah, como é importante para a formação de qualquer criança ouvir muitas, muitas histórias... Escutá-las é o início da aprendizagem para ser um leitor, e ser leitor é ter um caminho absolutamente infinito de descoberta e de compreensão do mundo...
    (Fanny Abramovich)





    Copiar essas ideias sem a permissão do autor é crime, pois isso configura uma forma de roubo e roubar ideias é plágio, e plágio é crime. Art. 184 – Código Penal

    © Copyright 2017 - Minéia pacheco. Todos os direitos reservados. O conteúdo deste site não pode ser reproduzido, distribuído, transmitido, ou usado, exceto com a permissão prévia por escritor.