A fada que queria ser bailarina!



A fada Isadora queria ser uma bela bailarina, poder dançar pelos palcos do mundo, ser famosa e conhecida. Queria mudar, queria ser diferente e que fosse rápido!

As demais fadinhas até que a apoiaram, deram muita força para ela seguir em frente com seu sonho, mas Isadora estava muito ansiosa, estava muito apressada para alcançar seu objetivo e essa agitação em vez de ajudar, estava atrapalhando e muito!

- Isadora tudo tem seu tempo para acontecer, tenha calma! – Falou a fada Sol.

- Mas tenho que lutar pelo que quero e ir atrás!

- Sei disso, mas tudo com calma. Tenha paciência que no final tudo dará certo!

Porém, a conversa de nada adiantou. Isadora começou a dar saltos, ficar de ponta de pé, sem ter se alongado, sem ter nenhum profissional por perto para ajudá-la. Pensava que só em ver as bailarinas ficando de ponta de pé e dando saltos já sabia como era e, como era de se esperar, em meios aos saltos caiu de mau jeito e torceu o tornozelo.

- Aí!!!!!! – Ela gritou.

As demais fadas correram ao seu encontro e a viram no chão, não podia levantar, não podia andar!

- E agora?! Jamais serei bailarina.

- Eu te falei para ter calma e que a pressa só faz atrapalhar.

- Estava muito ansiosa, queria muito poder me apresentar pelo mundo, dançar sem parar, mas agora é tarde... Fui me apressar e nunca mais poderei dançar.

- Tenha calma vamos chamar a fada Dorinha, nossa fada médica, para te ver.

Quando a fada Dorinha chegou examinou a fada Isadora, enfaixou seu tornozelo e pediu para que ela ficasse de repouso por um mês.

- Um mês!!!!! – Ela gritou.

- Sim senhora, um mês!  E se você não se comportar darei mais dois meses de repouso. – Falou a fada Dorinha.

Isadora ficou caladinha, sabia que estava errada, que teria que respeitar o tempo de repouso e assim fez. Um mês depois, a fada Dorinha tirou a faixa do seu pé, pediu para que ela andasse e percebeu que tudo tinha dado certo. O tornozelo de Isadora estava bom novamente.

- Bem, a primeira coisa que irei fazer é... – Ela falou.

E colocou os braços para cima, como de fosse dar um salto de bailarina.

- O que você vai fazer Isadora?! – Perguntaram as fadas Sol e Dorinha.

- Estou brincando com vocês (e baixou as mãos), a primeira coisa que irei fazer é me matricular em uma ótima academia de balé e ter muita paciência para um dia ser uma bailarina de verdade. Mas de uma coisa vocês estejam certas, pode até demorar um pouquinho, mais vocês ainda irão me aplaudir muito nos palcos do mundo afora.

E foi assim que a fada que queria ser bailarina aprendeu a lição, errando, mas aprendendo com os erros.

A pressa muitas vezes atrapalha e nada melhor do que tentar alcançar nossos sonhos vivendo um dia de cada vez!


Desejo uma ótima semana para vocês... Beijinhos no coração!

9 comentários:

  1. Que bom que ela entendeu a lição que tudo tem sua hora e seu aprendizado > Linda! beijo,chica

    ResponderExcluir
  2. Muito legal!!!
    A Isadora era apressada demais!!!
    Por isso que torceu o tornozelo!!
    Mas que bom que ela melhorou e aprendeu a lição!!!
    Bjs do Neno

    ResponderExcluir
  3. Belo ensinamento de paciencia.

    ResponderExcluir
  4. Estou aqui denovo comentando ,por que adoro esse blog,bom demais,muito bom msm!!!!!!me recomendaram e até hj acompanho,mais ai queria tirar uma duvida sera que esse site é bom http://detetive-particular.com ? se alguem souber me falar,e continue com mais post!! fuuuuuuuuui

    ResponderExcluir
  5. Mineia,que fofa essa Isadora!Suas histórias são deliciosas de ler!Parabéns pela criatividade!bjs e linda tarde!

    ResponderExcluir
  6. Oi Minéia!
    Adoro a forma que você tem de passar sempre mensagens boas em suas estórias.
    Essa fadinha é um show!
    Obrigada pela sua presença sempre tão carinhosa.
    abração com carinho

    ResponderExcluir
  7. Minéia,adorei a história! Isadora aprendeu e vai fazer tudo direitinho sem pressa! Vou ler para Pedro na segunda-feira.Bjs
    Pedro e Amara

    ResponderExcluir
  8. Minéia Pacheco, adorei seu conto, sou uma aluna do 9° ano e queria pedir uma copia deste conto pois queria encena-lo para criança do meu colegio em forma e trabalho em peça teatral , não é plagio e terá o seu nome escrito. Por favor, me envie, e-mail: camillaqueiroz.00@hotmail.com.
    Grata desde já!

    ResponderExcluir

Aqueles que passam por nós, não vão sós, não nos deixam sós. Deixam um pouco de si, levam um pouco de nós.(Antoine de Saint-Exupéry)

...Agradeço a visita e o comentário!...

Volte sempre!

Beijinhos, Minéia Pacheco

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Contos para criança ler, ouvir e sonhar! © Desenvolvido por Elaine Gaspareto