Quero voar!

Imagem encontrada no Google-Imagens


José o papagaio não suportava mais ficar trancado em uma gaiola, ele queria ser livre, poder voar livremente e sentir o sabor da liberdade.

Seus donos eram muito amáveis, lhe davam a comida na hora certa, brincavam com ele, conversavam e faziam ele se sentir muito bem dentro da gaiola. Mas os papagaios e nenhum outro animal foram criados para viverem dentro de gaiolas, eles devem ser livres, voar livremente e não viver para sempre trancados, presos, sem poder sentir o sabor da liberdade.

José armou um plano para fugir dali, seria na hora do banho, ele teria que ser muito esperto e ágil para que seu plano desse certo... Já não conseguia dormir pensando em tudo que tinha planejado, estava muito ansioso com a chegada do grande dia.

Quando o grande dia chegou José estava muito nervoso, seus donos não perceberam o porquê de tanto nervosismo, pensavam que ele estava feliz por tomar banho. E aproveitando um momento de distração, José se livrou das mãos deles e conseguiu voar livremente por dentro da casa, os donos correram atrás tentando pegá-lo, mas José voava muito rápido e foi impossível pegá-lo novamente. E foi assim que ele ganhou a liberdade ao passar por uma janela voando livremente. Sentiu-se livre, feliz e satisfeito com sua conquista.

Voou, voou, voou... Encontrou uma enorme floresta pelo caminho e lá pousou em uma árvore. Respirou o ar puro da floresta e percebeu que outros animais o observavam. Eram outros papagaios que lhe deram as boas vindas. Ele ficou muito feliz, pois além de ter ganhado a liberdade, ganhou outros amigos da mesma espécie e enfim estava se sentindo em casa.

Pensou em outros tantos animais que, infelizmente, ainda estavam presos em gaiolas minúsculas. Sentiu-se triste por eles e prometeu a si mesmo que assim que pudesse iria visitar alguns desses animais e lhes dar a dica de fuga que ele havia praticado e que tinha tido muito sucesso.

E convenceu-se que lugar de bicho não é trancado em gaiolas, ou em outras coisas... Lugar de bicho é na floresta, é voando por aí livremente e sendo feliz vivendo em seu habitat natural... Assim como ele agora estava!

E vocês amiguinhos, concordam que todos os bichinhos devem viver livres? Torço para que a resposta seja... SIM!

Beijos.


Autora: Minéia Pacheco

8 comentários:

  1. Gostamos deles em liberdade, soltinhos a voar! Linda história,Minéia! beijos,tudo de bom pra vocês,chica

    ResponderExcluir
  2. Bom dia MInéia!
    Adorei a estória e mensagem.
    Concordo plenamente contigo que pássaros devem estar livres e assim mostram sua total beleza.
    Para mim soa incoerente amar e prender.
    uma ótima semana para ti.
    abração com carinho

    ResponderExcluir
  3. Boa tarde Mineia.. bacana a história.. fiz uma poesia sobre o papagaio tb.. bem trabalhoso mas no final tudo vale a pena.. deixo um lindo dia e grande abraço

    ResponderExcluir
  4. Olá!
    Passe la no Blog Espelhando http://reflexosespelhandoespalhandoamigos.blogspot.com.br/
    que temos uma surpresa pra você,
    olhe bem no canto esquerdo da tela, bem ao lado das postagens.
    Obrigada por nos seguir por la.
    Bjins Catiaho Alc.

    ResponderExcluir
  5. Ótima história! Gostei muito

    ResponderExcluir
  6. É para mim uma honra acessar ao seu blog e poder ver e ler o que está a escrever
    reparei que se tem esforçado por nos dar o melhor,
    é um blog que nos convida a ficar mais um pouco e que dá gosto vir aqui mais vezes.
    Posso afirmar que gostei do que vi e li,decerto não deixarei de visitá-lo mais vezes.
    Sou António Batalha.
    Que lhe deseja muitas felicidade e saúde em toda a sua casa.
    PS.Se desejar visite O Peregrino E Servo, e se ainda não segue pode fazê-lo
    agora, mas só se gostar, eu vou retribuir seguindo também o seu.
    Que a Paz de Jesus esteja no seu coração e no seu lar.

    ResponderExcluir
  7. Gostei muito do blog.Escrevo estorias infantis, mas acho que a estoria do papagaio é necessária, pois não gosto de ver passarinho preso em gaiola.Quando posso, eu solto.Parabéns pela idéiaVou contar esta estoria para meus netos e todas as crianças que quiser me ouvir. Bjs

    ResponderExcluir
  8. Adorei teu blog.A estoria do papagaio é muito boa.Me entristece ver pássaros presos; sempre que posso, solto. Vou contar esta estória para todas as crianças que quiser me ouvir.Parabéns!.

    ResponderExcluir

Aqueles que passam por nós, não vão sós, não nos deixam sós. Deixam um pouco de si, levam um pouco de nós.(Antoine de Saint-Exupéry)

...Agradeço a visita e o comentário!...

Volte sempre!

Beijinhos, Minéia Pacheco

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Contos para criança ler, ouvir e sonhar! © Desenvolvido por Elaine Gaspareto