O gol de Murilo!



- Não quero ir ao treino de futebol hoje mamãe.

- Por que filho?

- Queria tanto fazer um gol, mas não consigo, por isso não quero ir mais!

- Mas filho, não desista, pois quando você menos esperar sua hora vai chegar.

Murilo foi ao treino naquele dia, mas não teve sucesso e não fez nenhum gol e isso o deixou ainda mais triste.

- Falei para a senhora que não queria ir.

- Não desista, como já falei, sua hora vai chegar é só ter calma e concentração nos jogos.

- Não quero ir mais, nunca mais e estou falando sério!

- Você sempre quis jogar futebol, não me deixou em paz até eu te matricular em uma escolinha e na primeira dificuldade quer desistir? Mas não vai mesmo, fazendo gol ou não você irá até o fim na escolinha.

- Mas mamãe, meus colegas ficam rindo de mim porque nunca fiz um gol.

- Não se preocupe com seus colegas, mostre a eles que você é capaz, eu acredito em você!

- Mas não é tão fácil assim.

- É sim, faça os treinos com mais tranquilidade, não fique tão aperreado por não fazer os gols, na hora certa, ele acontecerá.

Murilo continuou indo aos treinos e nada de fazer gols, mas seguiu os conselhos da sua mãe e não mais se importou com as brincadeiras chatas dos seus amigos e nem ligou mais em querer tanto fazer um gol, apenas aproveitou da melhor forma possível seus treinos de futebol e se divertia muito nas aulas.

- Sabe mamãe, depois daquela nossa conversa descobri que ficar preocupado querendo fazer um gol estava me tirando a alegria de treinar futebol, não estou nem mais me importando em fazer um gol.

- Muito bem filho, que bom que você aprendeu tudo que te falei.

O tempo passou...

- Filho hoje irei assistir suas aulas de futebol.

- Que bom mamãe, então vamos que já esta na hora.

A mãe sentou e ficou a observar seu filho no jogo, naquele dia ele não teria treino e sim uma pequena partida de futebol, ela ficou lá, sentadinha, olhando seu filho jogando e para ela, ele era o melhor. Percebeu que o filho estava de frente para o goleiro com a bola nos pés e então ela deu um grande grito:

- Chuta forte filho!!!

E ele chutou e fez um lindo gol, um maravilhoso gol que a mãe ficou feliz da vida pulando e gritando de alegria, o filho depois daquele golaço correu até a mãe e lhe deu um forte abraço, um super beijo e falou:

- Obrigado por não me fazer desistir mamãe, te amo!

A mãe ficou feliz e com lágrimas nos olhos.

Aquele jogo nunca mais saiu da memória do filho, pois ele enfim conseguiu seu tão sonhado gol e nem saiu também da memória da mãe, pois ela guardou para sempre aquele momento em seu coração!


***************************

P.S: Este conto dedico especialmente a pessoa que me inspirou a cria-lo, meu filho. Pois como Murilo ele sempre sonhou em fazer um gol em seus treinos de futsal, e o gol surgiu quando ele menos esperou, assim como o do Murilo no conto. E qualquer semelhança com a reação da mãe do Murilo com a minha, não é mera coincidência!


Autora: Minéia Pacheco

10 comentários:

  1. Que amor e isso pode mesmo acontecer. Por achar que não consegue, não mais querer ir na aula. Valeu a força da mamãe que soube bem tudo ajeitar! Linda! bjs,chica

    ResponderExcluir
  2. Adorei Minéia!
    Sua estória real vale como um ótimo exemplo de não desistir dos sonhos.
    Parabéns.
    abração com carinho

    ResponderExcluir
  3. Murilo, isso mesmo nunca desistir dos nossos sonhos!
    Beijinhos
    Pedrinho

    ResponderExcluir
  4. Ai Mineia,que lindeza de história! E mais ainda por ser inspirada em seu filho! Ficou demais,adorei! bjs,

    ResponderExcluir
  5. Que graça de conto Mineia, estou vivendo uma situação muito parecida.

    ResponderExcluir
  6. Uma gracinha esta história. E que bom nunca desistiu de sonhar. A gente deve mesmo incentivar as crianças a fazerem o que gosta e lutar pelos sonhos. bjs

    ResponderExcluir
  7. Minéia, você me fez visualizar cada trecho de sua história, e quando li que foi dedicada ao seu filho, aí que mais visualizei.
    E pelo que deu pra conhecer de ti, nesse tempo de contato aqui e no face, com certeza chora em todas as ocasiões relacionadas ao Bruno.
    Sou tão assim como você, pelos meus três filhos...rs.

    Beijos com carinho.

    ResponderExcluir
  8. Amiga vim por esta com saudade de suas histórias. Um linda manhã e uma semana de grande realizações.

    ResponderExcluir
  9. Devemos persistir em nossos sonhos, um dia, tornar-se-ão realidade.
    Muito bom! Parabéns!
    Abração.

    ResponderExcluir
  10. Oi Minéia, aqui também começou a molhar os olhos.. Gostaria de parabenizá-la por seus contos, sua imaginação, sua fantasia e sua vontade lúdica de contar histórias para as crianças..

    Vá em frente sempre.. Quando acreditamos em nossos sonhos, e os buscamos, eles se realizam não é mesmo?

    Divulguei seu blog na página do Bolhinhas de Sabão para Maria.. para todos lerem e sonharem..

    Um beijo!!!

    Teresinha Nolasco, Mamãe da Maria

    ResponderExcluir

Aqueles que passam por nós, não vão sós, não nos deixam sós. Deixam um pouco de si, levam um pouco de nós.(Antoine de Saint-Exupéry)

...Agradeço a visita e o comentário!...

Volte sempre!

Beijinhos, Minéia Pacheco

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Contos para criança ler, ouvir e sonhar! © Desenvolvido por Elaine Gaspareto