Mariana, a menina que se encantava com as coisas mais simples!

                                          (Fonte da imagem: 123RF) 

Mariana não era daquelas meninas que desejavam bobagens, não mesmo!

Enquanto os amigos sonhavam em ter o celular da moda, roupa de marca, a bolsa do momento, Mariana só queria poder colher a rosa mais cheirosa do jardim mais bonito, chegar em casa e brincar incansavelmente com seu pequeno irmão,  ir a alguma praça perto da sua casa e brincar até cansar, deitar na sua cama e ler seu livro preferido, comer o melhor e mais delicioso bolo de cenoura com cobertura de chocolate que sua avó fazia, até encher a barriga! Ela queria poder ter mais domingos com toda a família reunida, comer a macarronada da mamãe e as panquecas que o papai fazia tão bem, coisas simples, pois Mariana era assim.

Mas, na escola, ela era deixada um pouco de lado, por não ter as coisas “mais legais” que os amigos tinham, por não ter um celular, uma roupa legal, a bolsa da moda, mas quer saber? Mariana não se importava com isso! Ela era feliz desse jeitinho e isso ninguém poderia tirar dela.

- Mariana, quando você vai ter um celular igual ao meu, aliás, nem celular você tem ainda! – Falou Joana, sua colega de classe.

- Sabe Joana, existem coisas muito mais importantes do que um celular, como por exemplo, brincar com meu irmão. Não existe coisa melhor que isso! Você brinca com o seu?

- Na verdade nunca tenho tempo de brincar com ele.

- Então hoje ao chegar da escola, esqueça um pouco esse celular e brinque com ele, tenho certeza de que você irá se sentir muito bem.

No outro dia na escola...

- Mariana, você não se cansa de repetir tanto suas roupas? – Perguntou Patrícia, sua colega de sala.

- Não Patrícia, amo minhas roupas e quero usá-las o máximo que conseguir. Em toda reunião da minha família tenho o costume de usar a roupa mais simples possível, pois com elas me sinto mais livre para brincar, você acredita que nunca ninguém falou nada sobre isso? Ficamos tão distraídos brincando, conversando e nos divertindo que não temos tempo de dar importância a roupa que cada um está. Você já se reuniu com toda sua família assim?

- Não, nunca!

- Pois faça esse teste, peça a sua mãe para reunir toda sua família para um almoço de domingo, chame seus tios, primos, avós, você vai ver como será inesquecível esse encontro.

- Que ideia fantástica, vou falar com a mamãe!

E na saída da escola, Flávio encontra Mariana e fala:

- Mariana, quando você comprará a bolsa mais usada por todos aqui da escola, praticamente só você não tem ainda.

- Nunca! – Ela respondeu.

- Mas você não fica chateada em ver todos com uma e você não.

- Claro que não. Sabe o que me chatearia mesmo?  Ir ao parque, que fica perto da minha casa, e não encontrar nenhuma criança para brincar comigo. Você já foi a algum parque Flávio?

- Não, nunca!

- Então vá.  Você vai ver como é maravilhoso brincar lá com tantas outras crianças, o que realmente importa para mim são momentos assim, brincar, pular, dançar, ler, estar com quem amo... são essas coisas “simples” que me fazem tão bem.

- Acho que tem uma praça perto da minha casa, darei uma passada por lá esse fim de semana.

Ao chegar em casa, Mariana correu para fazer a atividade da escola, queria ter tempo de brincar com seu irmão antes dele dormir, e deu certo, eles brincaram bastante.

Depois de mais um final de semana maravilhoso, Mariana voltou à escola e lá encontrou seus amigos, Joana, Patrícia e Flávio a lhe esperar. Ela achou estranho, pois quando eles a viram, correram ao seu encontro e falaram:

- Mariana, como é maravilhoso brincar com meu irmão, nunca tinha me divertido tanto. – Falou Joana.

- Mariana, mamãe reuniu toda nossa família para o almoço de domingo na nossa casa, foi INCRÍVEL! – Falou Patrícia.

- Mariana, realmente existe uma praça perto da minha casa e é perfeita, brinquei o final de semana inteiro e conheci muitos novos amigos, foi muito legal. – Falou Flávio.

Mariana estava sem palavras, a felicidade era gigante ao ouvir os relatos dos amigos...

- É Mariana, e assim descobrimos o que realmente é importante nessa vida, descobrimos que são nas coisas mais simples que encontramos a verdadeira felicidade. – Falou Joana.

- E estamos muito agradecidos por você ter nos mostrado isso. – Falou Patrícia.

- Nunca vou esquecer meu final de semana no parque, tudo graças a você Mariana. – Falou Flávia.

E todos juntos falaram:

- Muito obrigado!

Em um lindo gesto de amizade, deram um enorme abraço, agora seriam inseparáveis, grandes amigos!

E agora juntos e mais fortes teriam uma missão; mostrar às outras crianças que a felicidade está nas coisas mais simples!


Autora: Minéia Pacheco 



11 comentários:

  1. Linda história., belo final e lição verdadeira. è nas pequenas coisas que vemos felicidade! bjs, chica

    ResponderExcluir
  2. Parabéns! Aprendi muito com essa história e meus alunos também! É nas pequenas coisas que nos sentimos felizes !!

    ResponderExcluir
  3. Parabéns! Aprendi muito com essa história e meus alunos também! É nas pequenas coisas que nos sentimos felizes !!

    ResponderExcluir
  4. Parabéns! Aprendi muito com essa história e meus alunos também! É nas pequenas coisas que nos sentimos felizes !!

    ResponderExcluir
  5. Excelente. Muito boa historia.

    ResponderExcluir
  6. Linda história, parabéns, minha filha adorou.

    ResponderExcluir
  7. Gostei muito da história, com certeza quando meu filho estiver maiorzinho, irei ler pra ele! Grande Abraço Minéia Pacheco.

    ResponderExcluir
  8. História maravilhosa, está em falta amar as coisas simples da vida

    ResponderExcluir
  9. Nossa, muito linda! Acabei de contar para a minha filha...

    ResponderExcluir

Aqueles que passam por nós, não vão sós, não nos deixam sós. Deixam um pouco de si, levam um pouco de nós.(Antoine de Saint-Exupéry)

...Agradeço a visita e o comentário!...

Volte sempre!

Beijinhos, Minéia Pacheco

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Contos para criança ler, ouvir e sonhar! © Desenvolvido por Elaine Gaspareto