• 07
    NOV

    BOLINHAS DE SABÃO!


    Benício já estava enjoado de brincar sempre das mesmas coisas, e resolveu pesquisar algo diferente e ao mesmo tempo muito divertido!

    O primeiro passo, foi perguntar aos amigos do que eles costumavam brincar, pensava que provavelmente algum deles pudessem falar algo diferente, mas para a sua decepção os amigos falaram as mesmas brincadeiras de sempre:

    - Gosto de brincar de carrinho. – Falou José.

    - Gosto de brincar de bola. – Falou Cézar.

    - Gosto de brincar no videogame. – Falou Renan.

    - Essas são as brincadeiras que já estou enjoado, quero algo diferente! – Ele falou.

    Foi ao computador e pesquisou várias brincadeiras, mas não se agradou de nenhuma.

    O irmão mais velho de Benício ao vê-lo no computador, perguntou:

    - O que está pesquisando?

    - Quero conhecer alguma brincadeira nova, que seja diferente e muito divertida.

    - Achou algo aí? – Perguntou o irmão.

    - Não, só as mesmas coisas de sempre!

    - Conheço uma brincadeira muito legal e acho que você irá gostar muito. Quando tinha sua idade brincava praticamente o dia todo e nunca cansava. Quer saber como é?

    - Sim, claro!

    Então Bruno, irmão de Benício, foi até a cozinha, encheu dois copos com água e sabão, pegou dois canudinhos e foi ao jardim mostrar para Benício como aquele simples copinho com água e sabão poderia proporcionar uma brincadeira tão fantástica!

    Ele começou a fazer bolinhas de sabão e elas começaram a voar e a enfeitar todo o jardim. Benício ficou maravilhado ao ver todas aquelas bolinhas voando...

    - E então maninho, gostou dessa nova brincadeira? – Bruno perguntou.

    - Se gostei? Eu amei! Essa brincadeira era tudo que estava procurando e vou fazer muitas bolinhas de sabão agora mesmo. Obrigado por me ajudar!

    - Não precisa agradecer!

    Então Benício passou o resto do dia no jardim fazendo muitas, muitas bolinhas de sabão. Essa seria agora sua brincadeira favorita, por muito tempo ainda!




    Autora Minéia Pacheco

    Avatar





    • Adorei!!! Gostaria de ter essa historinha ilustrada. Abraços afetuosos.

      RESPOSTA





    • Menina, quando eu era criança,adorava esta magia.Muito linda a historinha.bjs paz.

      RESPOSTA





    • Vim te conhecer através da galeria de Blogs da Elaine Gaspareto e adorei!
      Parabéns! Vc me fez voltar no tempo com as bolinhas de sabão!
      bjs Sandra
      http://projetandopessoas.blogspot.com//

      RESPOSTA





    • Que deliciosa história, voltei ao passado, minha infância...quantas bolinhas de sabão eu fazia no quintal da chácara em que fui criada.
      Usávamos, eu, irmãos, primos e alguns amiguinhos, uma planta chamada mamona, que o caule era furadinho e dava pra pegar aquela água com sabão desmanchado, dar uma puxadinha e soltar lindas bolinhas coloridas pelo ar.
      Ah que saudades me deu querida Minéia.
      Meus filhos, os três, chegaram a brincar com isso, mas não com o cabinho da mamona.
      Que muitas crianças desfrutem, que isso não fique perdido no tempo.

      Amei sua postagem.
      Beijos com carinho enorme.

      RESPOSTA





    • “Sentado na calçada com canudo e canequinha tuplef tuplin” Q delícia de brincadeira. Boa lembrança.

      RESPOSTA





    • Oi Mineia,
      Eu adorei, minha mãe leu ontem e me contou, vim ler também! è muito legal isso! Minha cadelinha fica brava com as bolas! E´um barato! Beijunho

      RESPOSTA





    • Mineia,nas coisas simples as maiores diversões!Sempre muito lindas tuas histórias!Infelizmente não recebi seu email com a historinha pra postar no Recanto.Bjs e boa semana!

      RESPOSTA





    • bom dia Minéia!
      Muito bom estar aqui.
      Essa estória faz remeter a uma época dourada em nossa vida.
      Que delícia era brincar de bolinha de sabão.
      Uma excelente semana para ti e um grande abraço com carinho

      RESPOSTA





    • Oi Minéia, bom dia.

      São histórias fôfas como essa que fazem a grande diferença.
      A criança enquanto ler, vai fantasiado e depois coloca em prática.
      Essa vou mostrar para meu pequeno.
      Xeros

      RESPOSTA





    • Quem não brincou com elas? Linda historinha que mostrou uma ótima diversão! beijos,lindo dia!chica

      RESPOSTA





    • Olá Minéia,
      quanto tempo que eu não comentava aqui...
      Hoje foi a primeira história que contei do principio ao fim ao meu Leo... ele dizia sempre que queria um livrinho e não ouvia as tuas histórias porque era no computador... mas hoje ele ouviu e gostou muito ehehe
      E nao podia ser uma história melhor ele adora bolas de sabão :)
      Obrigada beijinho

      RESPOSTA





    • Delícia de historinha!
      Eu e meu filho brincamos de bolinhas de sabão, temos um truque para deixá-las mais resistentes e sempre vencemos a competição com o pai dele! Beijos!

      RESPOSTA





    • Essa historinha me fez lembrar da minha infância..que a gente pegava um copinho de plástico,canudinho e sabão e fazia bolinhas...brincávamos horas na rua e era muito divertido!
      Que bom que o menino se divertiu com essa nova brincadeira.
      Beijos e boa noite para vcs Mi!
      Danny e Matheus

      RESPOSTA





    • Que história gostosa! Amanhã vou ler pro meu pequeno. Dani adora bolhinhas de sabão, é uma das suas brincadeiras prediletas. Bom, que Benício tinha um irmão mais velho que deu a dica de uma nova e gostosa brincadeira!

      RESPOSTA





    • Brincar com bolinhas de sabão é magia, entretenimento, fantasia Alice adora, linda estoria, bjssssssssss

      RESPOSTA








    MINÉIA PACHECO
    Escritora



  • ANUNCIE AQUI




    PARA PENSAR

    Ah, como é importante para a formação de qualquer criança ouvir muitas, muitas histórias... Escutá-las é o início da aprendizagem para ser um leitor, e ser leitor é ter um caminho absolutamente infinito de descoberta e de compreensão do mundo...
    (Fanny Abramovich)





    Copiar essas ideias sem a permissão do autor é crime, pois isso configura uma forma de roubo e roubar ideias é plágio, e plágio é crime. Art. 184 – Código Penal

    © Copyright 2017 - Minéia pacheco. Todos os direitos reservados. O conteúdo deste site não pode ser reproduzido, distribuído, transmitido, ou usado, exceto com a permissão prévia por escritor.